Buscar
  • Igreja Batista Mineira

O que me torna cidadão do Reino?



Ao retornar da sua primeira viagem missionária, o apóstolo dos gentios, Paulo de Tarso, regressou pela mesma rota, exortando, confirmando e treinando os que pela graça de Deus se fizeram cristãos.


Havia uma forte e violenta oposição por parte dos judeus nestas cidades. Em Listra, Icônio e Antioquia da Psídia, ele instou os novos na fé que importava entrar no Reino de Deus com muitas tribulações.


Lucas, seu companheiro de viagem e autor do livro de Atos registrou: “Então voltaram para Listra, Icônio e Antioquia, fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecer na fé, dizendo: "É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus"”.


É, portanto, a tribulação que me torna cidadão do Reino de Deus? Não, definitivamente não!


A intenção de Paulo ao dizer tais palavras aos novos discípulos era encorajá-los e motivá-los a não desistirem do Caminho, por causa das diversas oposições que os judeus incrédulos levantavam contra eles. Ainda estavam no início da experiência cristã e, as investidas dos perseguidores poderia desanimá-los.


Todavia, esta exortação é um choque de realismo espiritual – que muitas vezes falta aos cristãos contemporâneos.


Entrar no Reino e ser dele participante é um posicionamento de fé exclusiva no Senhor Jesus Cristo e vem acompanhado de arrependimento e mudança de mente.

É ter o Rei Jesus como Senhor – logo, ser servo Dele.


A permanência neste Reino é que passa, muitas vezes, por caminhos estranhos ao conforto e ao regalo.


Um evangelho diminuído e deturpado proclama a entrada no Reino de Deus através de prosperidade material e enriquecimento financeiro ou, ainda, a ausência de adversidades físicas, como a doença.


A pregação de Paulo, ao contrário, anunciava a tribulação como consequência do Reino e até mesmo o empobrecimento como condição do Reino. Seguindo os passos de Jesus, é necessário entender que o caminho é estreito. Dilatá-lo é inventar outro evangelho e ser anátema.


Me torno cidadão do Reino quando entrego minha vida aos cuidados de Deus e me escravizo ao senhorio do Senhor.


Consciente de que tudo o que está relacionado a esta decisão é condicional ao Reino - posso ter fartura ou passar necessidade. Sofrer aflições ou desfrutar de bonança. Caminhar por vales ou por montanhas.


Nos lábios dos servos do Reino tem constantemente um cântico: Não importa a estrada, desde que eu esteja no caminho!


Você é cidadão do Reino?

por José Marcelo Fernandes Domingos

5 visualizações
Igreja
Batista
MineirA

batistamineira@gmail.com

 

Rua Piauí, 1045 - Funcionários

Belo Horizonte / MG

CEP 30150-321

  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon

@2019 - Site desenvolvido por JP | Designer